fbpx

Como montar um currículo atrativo?

6 de Fevereiro de 2020

Montar um currículo pode ser um desafio para quem está procurando um estágio ou começando a carreira. O básico é simples: sua formação, cursos e experiências, mas como tornar essas informações atrativas a um recrutador? Como estimular uma leitura mais atenta e comunicar rapidamente o seu potencial para preencher a vaga?

Se esse é um dos seus receios, você não está só! Sabia que 58,46%* dos jovens acreditam que o maior desafio é entender como tornar o currículo atrativo para as empresas?

Por isso, nós do iCEV vamos te mostrar um passo a passo de como criar um currículo completo e atrativo.

O que colocar no seu currículo?

Antes da preocupação de tornar seu currículo atrativo, lembre-se de inserir as informações imprescindíveis:

Dados pessoais


Nome completo (deve vir em negrito e com fonte um pouco maior que o texto), idade, endereço completo, telefones para contato e e-mail.

Resumo de suas qualificações

Aqui você deve mostrar quem você é. Nesse campo é interessante dar frases curtas informando os cargos e responsabilidades que já teve e as metas que atingiu, outra dica é começar as frases com verbos de ação em primeira pessoa é fundamental, como, por exemplo, construí, reduzi, implantei.

Formação acadêmica

Liste sempre da experiência mais atual para a mais antiga. A forma correta de listar é: Instituição – curso – ano de conclusão. Se o curso ainda estiver em andamento, é preciso sinalizar em qual o período está.

Experiência profissional

A forma correta de listar é: nome da empresa, mês e ano que entrou – mês e ano que saiu. Em seguida, destaque apenas o último cargo que exerceu na empresa. Liste sempre da experiência mais atual para a mais antiga.

Quem está entrando no mercado de trabalho agora, pode excluir esse tópico ou apenas dizer “em busca do primeiro emprego”.

Idiomas

Liste da seguinte forma: nome da escola – idioma – nível de fluência – ano.
Dica: se não tiver domínio em outro idioma, é melhor evitar o tópico.

Outros cursos e palestras

A participação em palestras, simpósios e cursos livres pode ser indicada assim: instituição responsável – nome do curso ou evento – número de horas– ano em que foi realizado.

Dica: a carga horária é importante porque assim o recrutador saberá qual o valor acadêmico que o curso teve na sua formação.

Agora atente aos detalhes

1- Transforme parágrafos em listas

Grandes blocos de texto desestimulam a leitura, ainda mais no caso de um recrutador cansado de examinar tantos currículos. Na hora de descrever as atribuições, troque os parágrafos por listas de frases. Pode parecer só um detalhe, mas esse detalhe faz muita diferença para que seu currículo seja lido com atenção.

2 – Use fontes clássicas e prefira uma formatação fácil de ler

Currículos atrativos usam fontes sóbrias e fáceis de ler, como Arial ou Times New Roman. O espaço ideal entre as linhas é de 1,5 e é importante inserir espaços entre os parágrafos para “oxigenar” a página.

3. Ponha o mais importante no começo

Organize as informações por ordem de relevância, isto é, do mais ao menos pertinente para a vaga em questão. A primeira página é como uma espécie de folha de rosto, na qual deve constar um “mini currículo” com os dados mais importantes sobre a sua formação, experiências, qualificações e diferenciais. Na segunda página, você pode apresentar essas informações com mais detalhes.

4. Use palavras-chave da sua área

Você tem que pensar formas de chamar atenção do avaliador do seu currículo, imagine que ele procura maneiras de dinamizar a avaliação do seu perfil. Então, é fundamental que no texto do seu currículo tenha palavras chave da sua área, para o empregador tenha uma ideia do profissional que é e estimulá-lo a uma leitura mais atenta.

5 – Diga o máximo possível com poucas palavras

Uma redação clara e concisa é um dos segredos de um currículo atraente. Ser objetivo não significa deixar informações de lado, o ideal é comunicar tudo e apenas o que importa, sem sobrar nem faltar nada.

6. Mostre algo da sua personalidade

Ao contrário do que muita gente acredita, é perfeitamente aceitável e até recomendável incluir algo sobre as suas atividades extracurriculares no currículo. Participa de uma ONG que planta árvores pela cidade? Possui algum trabalho voluntário? Vale mencionar essas atividades para mostrar um pouco de quem você é fora do escritório.

Essa parte pode ter muita relevância, pois hoje as empresas têm valorizado muito o aspecto comportamental. Só não vai exagerar e se autoelogiar demais no currículo, falar sobre o seu perfil pessoal é diferente de se descrever como alguém perseverante, dedicado ou criativo, por exemplo.

7. Faça um documento “sob medida”

Adapte seu currículo às expectativas e características específicas do potencial empregador. Quanto mais customizado, melhor.

Em vez de mandar um currículo genérico, envie algo que você fez pensando especialmente no estilo e na cultura daquela organização e nas exigências da vaga, só isso pode ser um atrativo a mais para te colocar à frente da concorrência.

*dados o Núcleo Brasileiro de Estágios, pesquisa realizada em 2018

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
Tem uma pergunta?
Nós estamos aqui para ajudar. Envie-nos um e-mail ou ligue-nos para (86) 3133-7070
Entrar em contato!
© 2017 iCEV Instituto de Ensino Superior