fbpx

09 nov
Escola de negócios: você realmente sabe o que elas são?

Empreender, ser um profissional diferenciado e estar apto para enfrentar os dilemas no mundo dos negócios são alguns dos seus desejos para o futuro? Então, a melhor escolha para atingir os seus objetivos é estudar em uma escola de negócios. Mas o que elas são?

Tratam-se de instituições que vão muito além do senso comum, visando formar estudantes diferenciados, que desenvolvam suas funções de maneira inovadora e competente.

Assim, a forma mais inteligente de investir o seu dinheiro é fazê-lo no seu crescimento profissional. Mas, para investir com segurança, é preciso saber que apenas oferecer cursos na área de gestão não garante que uma instituição se declare escola de negócios, já que muitos recursos precisam ser disponibilizados para que o profissional desempenhe um trabalho de alta qualidade.

O objetivo específico dessa escola é desenvolver, de forma prática, as potencialidades do estudante de maneira que ele seja capaz de encontrar e propor soluções para os problemas que surgem — assim como fará no mercado de trabalho. Quer conhecer as qualidades e o funcionamento dessas escolas? Continue lendo e confira!

Paralelo entre teoria e prática

Colocar o conhecimento em prática é a melhor forma de aprender um conteúdo, não é mesmo? É isso que a escola de negócios oferece como diferencial aos estudantes. Para que uma escola de negócios seja reconhecida existem algumas especificidades que precisam existir em sua estrutura, uma delas é a grade curricular, que é voltada para a prática das disciplinas.

Laboratórios modernos que simulem um ambiente empresarial, um bom programa de estágio e um corpo docente qualificado são outras características necessárias para que uma instituição seja uma escola de negócios. Percebe-se que, como foi dito, oferecer somente cursos de graduação ou de pós-graduação na área de gestão não é o suficiente para formar um profissional que esteja à frente dos demais.

Sendo assim, o contato com a prática que a instituição proporciona ao estudante vai estimular o conhecimento dos trabalhos realizados por outros profissionais. E isso, consequentemente, será um ponto positivo no momento real de trabalho no futuro, em que terá que garantir bons resultados para o crescimento da sua própria empresa ou para a qual ele trabalha.

A escola de negócios dá ao estudante a oportunidade de experimentar o contato com o mundo empresarial. E é por isso que ela vai muito além de um ensino baseado em disciplinas com livros didáticos: neste ambiente, acredita-se que um vasto conhecimento da profissão e da realidade das empresas são adquiridos na prática.

Desenvolvimento de forma integral

Os jovens que desejam empreender e serem destaques por competência e eficiência no mundo empresarial estão no caminho certo ao decidirem se capacitar em uma escola como essa. Contudo, mesmo que já estejam cursando uma graduação, é essencial complementá-la com um curso que proporcione conhecimento pleno da profissão.

A instituição se preocupa em formar o estudante por completo, ou seja, desenvolvendo suas habilidades para que as funções sejam exercidas de modo que fuja do que é comum.

Há uma preocupação em buscar inovações e melhorias nos conteúdos para que a aproximação com o mundo real dos negócios seja absoluta. Assim, quando o estudante concluir a graduação e se tornar um profissional, estará preparado para encarar as metas e aplicar todos os seus conhecimentos adquiridos, assegurando um trabalho de qualidade incomparável.

O profissional saberá reconhecer todas as necessidades de cada área de uma empresa e trabalhar para que prejuízos sejam evitados, por isso, a instituição tem a preocupação em desenvolver de forma integral cada estudante. Só assim, ele será um líder preparado para a vida real da profissão.

Escolas de negócios reconhecidas

Temos, no Brasil, muitas escolas com cursos reconhecidos internacionalmente. Três delas, a Fundação Dom Cabral, o INSPER e a FGV-EAESP, figuram entre as melhores do mundo. Muitos acreditam que vão chegar no primeiro dia no curso e ter aula sobre estratégias de gestão, não é mesmo?

Pois bem, esse não é um método que a Fundação Dom Cabral utiliza com seus estudantes, por exemplo. O assunto inicial é ligado à filosofia com questionamentos sobre o futuro da gestão e, para isso, vão para as cidades históricas estudar na prática a arte, a sustentabilidade e a cultura.

Mas para quê? Para que a consciência do aluno seja mais aberta às novidades no mercado de trabalho, tornando-se mais preparado para as mudanças e, principalmente, para lidar com as complexidades no mundo dos negócios.

O INSPER, em São Paulo, procura acompanhar as demandas das empresas com a finalidade de saber quais são as características de profissionais que são bem qualificados, para então, desenvolver as habilidades necessárias dos estudantes.

Já a FGV-EAESP (Escola de Administração de Empresas em São Paulo) privilegia a conexão com a prática e busca estar sempre em constante inovação despertando o espírito empreendedor do estudante.

No iCEV – Instituto de Ensino Superior, a Escola de Negócios e Gestão também foca na prática já nos primeiros períodos, colocando o aluno como protagonista do aprendizado. Além disso, há investimento em um Centro de Empreendedorismo que contempla a criatividade, a validação de ideias, a lógica de vender valores e o comportamento do consumidor. Laboratório de startup, disciplinas voltadas para o design thinking e consumer behavior (esta, ministrada toda em inglês), compõe a grade “fora da caixa”.

Enfim, são escolas que oferecem cursos com um objetivo bem mais relevante do que apenas ensinar matérias de administração, contabilidade e finanças, por exemplo.

O grande propósito que as instituições pretendem alcançar é formar profissionais e líderes, por meio de projetos realizados na prática, que serão capazes de solucionar problemas e atingir metas nas empresas e, claro, de maneira mais eficiente que qualquer outro profissional da área.

A globalização trouxe ao mundo muitas oportunidades de crescimento profissional e investir em uma escola de negócios vai permitir que você amplie seus conhecimentos e suas habilidades nas áreas de gestão, administração, marketing, entre várias outras. Investir em conhecimento é investir no seu futuro profissional!

Profissionais que desejam seguir carreira no mundo dos negócios precisam reconhecer a necessidade de estar em constante mudança, acompanhando de perto as inovações. Portanto, é imprescindível que se formem em uma escola de negócios, pois elas preparam o aluno para que ele seja inserido no mercado de trabalho da maneira mais completa e inovadora.

Fonte: Ascom iCEV

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

Compartilhe com um amigo

Tags

Tem uma pergunta?
Nós estamos aqui para ajudar. Envie-nos um e-mail ou ligue-nos para (86) 3133-7070
Entrar em contato!
© 2017 iCEV Instituto de Ensino Superior