fbpx

30 nov
Administrar é mais que resolver problemas

A afirmativa que dá título a este texto é tão curiosa quanto necessária! Mas, de fato, resolver problemas nunca foi o foco principal da Administração. Robôs resolvem problemas. Crianças resolvem problemas. Animais resolvem problemas. Pessoas adultas, claro, também resolvem problemas – porém, quando o fazem, gastam energia, tempo e outros recursos em volumes maiores do que empregariam antecipando-se aos mesmos. A necessidade de desenvolver teorias e ferramentas administrativas emergiu diante da importância, para as organizações, de se antecipar aos problemas e permitir a seus gestores o máximo de previsibilidade possível para a sistematização das tomadas de decisões. Quando existe problema, já há prejuízo.

Se não é só “resolver problemas”, ação para qual, aliás, qualquer indivíduo pode ser condicionado a exercer de forma pontual, qual então o foco da Administração? Podemos afirmar com base nos clássicos ser o papel da Administração o famoso PODC (planejar, organizar, dirigir e controlar); academicamente, podemos definir a Administração como a ciência capaz de empoderar seus aplicadores dentro de organizações públicas, privadas e de terceiro setor, permitindo-lhes construir e gerenciar estruturas organizacionais, sendo seu foco o cumprimento de objetivos previamente estabelecidos e cuja execução dependa de tecnologia, recursos humanos, recursos físicos e lideranças habilitadas para dirigir equipes e controlar desempenho; e podemos também definir a Administração como o conjunto de técnicas e ferramentas capazes de planejar estrategicamente, construir modelos de negócio (competitivos, sustentáveis e longevos) e modelar processos, de tal forma que seu foco torna-se então oferecer a indivíduos dotados de atitudes empreendedoras as habilidades técnicas, humanas e conceituais essenciais para que transformem suas ideias em negócios estruturados e viáveis.

Planejar é pensar no futuro. É preparar-se para o inevitável, antecipar o indesejável e controlar o controlável. Quem planeja suas ações limita a chance de erro a limites conhecidos e cria um sistema integrado de decisões para alcançar resultados desejados. Através da execução de um planejamento profissional as organizações concentram esforços em objetivos comuns, direcionam ações, fomentam o trabalho em equipe e otimizam a utilização de seus recursos humanos, físicos e tecnológicos.

A construção de modelos de negócio está completamente relacionada ao cenário atual, em que temos um mercado super competitivo e que demanda por inovação, sobretudo as de caráter disruptivo e transformador. Não é mais atividade do Administrador apenas a elaboração de planos de negócio, com a descrição detalhada, sistematizada e muitas vezes repetida (ao bom estilo receita de bolo da vovó!) feita para negócios tradicionais. Muito embora continue obviamente sendo interessante descrever em detalhes estruturas organizacionais e calcular a viabilidade de projetos de negócios, construir novos modelos de negócio tem sido o grande desafio para empreendedores em suas empreitadas por vezes entusiasmadas e entusiasmantes, porém muitas vezes pobres de habilidades técnicas para sua implementação.

A modelagem de processos, também citada dentro da definição de Administração (que, repito, não é puro método para a solução de problemas organizacionais!) é apenas uma pequena parcela do universo representado pelo BPM (Business Process Management). A modelagem e o desenho de processos são partes desta disciplina gerencial que envolve Administradores e demais profissionais de Design e Tecnologia da Informação. “Processos” são conjuntos de “atividades” que, por sua vez, representam “passos” em sequência. O consultor e professor José Ernesto Lima Gonçalves, Mestre em Administração, afirma que “empresas são grandes coleções de processos”, restando destacada, pois, a relevância do tema para a Administração, que ao mesmo tempo em que demonstra preocupação com o desenho estrutural das organizações, cabendo a ela a definição de métodos e critérios para promover as divisões funcionais e hierárquicas entre setores, também elenca condições e recomendações próprias no âmbito dos processos, definindo onde se iniciam e terminam rotinas, a quem compete a execução das mesmas, quais os recursos ou documentos relacionados, os prazos acordados, dentre outras peculiaridades envolvidas com a construção de uma cadeia de valor (ponta a ponta)

A Administração é uma ciência rica e essencial para o bom funcionamento de qualquer tipo de grupo que almeje alcançar resultados comuns e previamente estabelecidos sob análises qualitativas e quantitativas. A ela estão relacionados todos e quaisquer conceitos e instrumentos desenvolvidos para serem aplicados em gestão e em empreendedorismo, tais como os apresentados neste texto (planejamento, modelos de negócio e modelagem de processos). Problemas organizacionais quase sempre são consequências de mau planejamento e incapacidade de monitoramento de indicadores-chave, da construção de modelos de negócio equivocados ou mesmo de erros no mapeamento de processos internos. Antecipar-se ao erro, à falha, ao problema, ao desperdício, por conseguinte à ineficiência, está no DNA da Administração desde o the one best way de Taylor, o precursor da Administração Científica.

Administrar, digo-lhes, é não acumular problemas!

Deixe um comentário

2 Comentários em "Administrar é mais que resolver problemas"

avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Maria de Fátima Monteiro da Silva
Maria de Fátima Monteiro da Silva

Administrar não significa executar tarefas ou operações,mas sim fazer com que elas sejam executadas por outras pessoas em conjunto.O administrador não é aquele que faz, mas
sim o que faz fazer.A administração faz as coisas acontecerem por meio das pessoas para
conduzir as organizações ao sucesso.

trackback

[…] o administrador quem gerencia recursos financeiros, materiais e humanos em uma empresa. Além disso, trabalha na […]

Compartilhe com um amigo

Tags

Tem uma pergunta?
Nós estamos aqui para ajudar. Envie-nos um e-mail ou ligue-nos para (86) 3133-7070
Entrar em contato!
© 2017 iCEV Instituto de Ensino Superior